//
you're reading...
Doping

Benfica e Doping, uma ligação histórica

A questão do doping entrou na ordem do dia com a confissão de Walter Casagrande. As dúvidas mantêm-se pois efetivamente nesse período havia controlos regulares e nenhum atleta do FC porto foi apanhado nas malhas do doping e também porque não há qualquer razão para querer que as substâncias injetadas fossem de facto ilícitas. Aliás, tal como o médio Domingos Gomes veio prontamente referir.

No entanto, se formos a recordar casos recentes de atletas com testes positivos encontramos de facto uma tendência associada a um determinado clube e que neste caso é o SL Benfica. Aqui sim, temos um conjunto de atletas de diversas modalidades que num determinado período foram apanhados nas malhas do doping. Casos sucessivos e um registo histórico que passaram algo despercebidos na Comunicação Social. Provavelmente um esquecimento pouco inocente..

Mas vamos aos FACTOS:

Nuno Assis: mais um atleta do SL Benfica apanhado nas malhas do doping

.

NUNO ASSIS, futebolista do SL Benfica – CONTROLO POSITIVO (2006)

“O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), organismo máximo da justiça desportiva, sediado na Suíça, puniu Nuno Assis por doping, aplicando-lhe uma suspensão de um ano. A decisão, que não é passível de recurso, significa que o futebolista do Benfica ficará sem jogar durante quase sete meses, depois de descontados os 161 dias que já esteve afastado dos relvados.

Nuno Assis registou um controlo antidoping positivo – detecção de 19-norandrosterona, um derivado da nandrolona, resultado confirmado pela contra-análise – a 3 de Dezembro do ano passado (nota: 2006), após um jogo entre o Marítimo e o Benfica (1-0 para os benfiquistas), a contar para a 13ª jornada da Liga portuguesa. O jogador foi suspenso preventivamente a 3 de Fevereiro e, a 9 de Junho, a CD da Liga de Clubes decretou seis meses de suspensão, o que permitiria ao benfiquista regressar aos relvados no início de Agosto.”

Público (notícia completa)

ANTÓNIO TAVARES, basquetebolista do SL Benfica – CONTROLO POSITIVO (2007)

“Lisboa, 20 Jun (Lusa) – O base do Benfica António Tavares, suspenso preventivamente desde 09 de Fevereiro, por doping, foi sancionado com seis meses de suspensão efectiva, segundo deliberou terça-feira a Comissão Disciplinar da Liga de Clubes de Basquetebol (LCB).

Segundo soube a Agência Lusa junto de fonte ligada ao processo, a Comissão Disciplinar aplicou a pena mínima prevista para um primeiro caso de doping, forçando o “capitão” do Benfica a manter-se afastado de competição até inícios de Agosto.”

JN (notícia completa)

PAULO BARATA, jogador de rugby do SL Benfica – CONTROLO POSITIVO (2007)

“Paulo Barata, jogador de râguebi do Benfica, deverá ser alvo de um processo disciplinar, devido a um controlo antidoping positivo, por detecção de finasterida, uma substância mascarante.

O controlo foi realizado no dia 7 de Janeiro, depois de um jogo entre o Benfica e o Técnico (os “encarnados” venceram por 31-16), inserido na quarta jornada do campeonato nacional de honra. Segundo revelou à Lusa o director do Laboratório de Análises e Dopagem (LAD), a contra-análise foi realizada no dia 30 de Janeiro e confirmou a detecção de finasterida.”

Público (notícia completa)

SÉRGIO RIBEIRO, ciclista do SL Benfica – CONTROLO POSITIVO (2007)

“O conselho de disciplina da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) abriu um processo a Sérgio Ribeiro, ex-ciclista do Benfica, devido à detecção de eritropoietina (EPO) sintética num controlo antidoping surpresa realizado em Abril. “Já foi feita a análise da amostra B e confirma-se” o resultado inicial, adiantou ao PÚBLICO.PT o presidente da FPC, Artur Lopes.

Sérgio Ribeiro foi demitido da equipa de ciclismo do Benfica, gerida pela LagosBike S.A., ainda em Abril, antes de ter sido feita a contra-análise. No entanto, no comunicado emitido no dia 23 desse mês e difundido pela Lusa, a empresa limitou-se a dizer que “a rescisão imediata e unilateral do contrato profissional” com Sérgio Ribeiro se deveu a um”comprovado desrespeito aos códigos de ética e conduta” e que o ciclista “aceitou os seus erros” com “prontidão”. O Benfica não esclareceu, na altura, se o despedimento se deveu a doping e o corredor manteve-se em silêncio.”

Público (notícia completa)

Para além destes casos temos outros exemplos no qual o Benfica está intrinsecamente associado a casos do Doping, nomeadamente no basquetebol e no ciclismo. Falaremos mais tarde de um outro caso suspeito no futebol.

OUTROS CASOS ASSOCIANDO O BENFICA AO DOPING

José Antonio Pecharromán, ciclista espanhol que o Benfica diz ter demitido por violação da regra que obriga os ciclistas a informarem a equipa sobre fármacos que usam, registou afinal um teste de doping não negativo, segundo notificação enviada pela União Ciclista Internacional (UCI) à Real Federação Espanhola de Ciclismo. A análise à amostra A detectou finasterida, substância interdita por poder mascarar o uso de anabolizantes.

Também Francisco Jordão, basquetebolista do Benfica foi despachado a meio da época alegadamente por problemas de coração, vindo-se a saber mais tarde que tinha tido um controlo positivo de doping.

“Francisco Jordão foi suspenso durante dois anos devido a um controlo de doping positivo. O basquetebolista internacional português foi dispensado pelo Benfica no final de Dezembro, porque o jogador foi considerado inapto para o desporto de alta-competição devido a uma arritmia cardíaca.”

Já há alguns anos temos ainda o caso do controlo positivo ao futebolista do Benfica Hernáni. Alegadamente que acusou positivo foi Mozer, havendo uma troca das análises de modo a não inviabilizar a transferência do jogador para o Marselha. Um caso nebuloso na altura, do qual pouco se sabe, mas que adensa a relação do SL Benfica com a prática de doping.

Doping: ciclista espanhol que o Benfica demitiu teve análise adversa (Público)

Ex-jogador benfiquista Jordão punido por doping (DN Desporto)

DOPING

Discussion

14 thoughts on “Benfica e Doping, uma ligação histórica

  1. Uma ligação histórica ou apenas “apanham” um? E não há nada sobre a QUALIDADE da amostra? Eu tenho um famiiar que por ter tomado um xarope para a tosse acusou “doping” numa entevista para emprego num desses paises “civilizados”!

    Posted by Seismilhoesum | 24 de April de 2013, 13:03
  2. mais um que quer justificar o apito dourado e aamarelinha vai falar com o povoas que ele explica

    Posted by Anonymous | 26 de April de 2013, 14:38
    • Realmente a distracção é uma “qualidade” bem portuguesa! Estou a responder a um artigo que tem como título “Benfica e doping, uma ligação histórica”. O que isto tem a ver com o “Apito Dourado”? E o que o “Apito Dourado” tem a ver com “doping”? Esse “um” é o Benfica e a “casualidade” de “apenas” (tentar) apanhar esse um! Já reparou que NINGUÉM do FêQuêPê foi alguma vez “apanhado”? Já agora, sou do Benfica e cada vez com mais orgulho!

      Posted by Seismilhoesum | 26 de April de 2013, 14:59
  3. Olá turma do CSI Futebol,

    Meu nome é Humberto Alves, sou gerente de afiliados do http://www.apostasonline.com e gostaria de lhes fazer uma proposta.

    Como não consegui encontrar nenhuma área para contato, poderiam me enviar um email para afiliados [arroba] apostasonline.com para darmos continuidade a negociação?

    Grande abraço

    Posted by Humberto Alves | 28 de April de 2013, 0:40
  4. ……..”O doutor Vale e Azevedo só foi preso depois de sair da presidência do Benfica. Quando lá estava não havia coragem de lhe tocar.” – (Marinho Pinto, Bastonário da Ordem dos Advogados) ———– “Os lugares da liga são mais importantes que os bons jogadores.” – (Luís Filipe Vieira, cadastrado presidente do Benfica) —————————————————————- http://sic.sapo.pt/online/Images/2007/tuluis.pdf

    Posted by Anonymous | 10 de May de 2013, 18:19
    • Õ “Doutor” Vale e Azevedo foi preso por coisas que fez ANTES de estar no Benfica e por coisas que fez CONTRA o Benfica. Nunca foi preso, nem acusado por adulterar a verdade desporyiva.
      E o Sr. Luis Filipe Vieira, quando disse que era mais importante ter cargos na Liga do que bons jogadores, para além de falar em PÚBLICO, falou para pessoas com algum coeficiente de inteligência. Realmengte, muita gente não atinge que o que quis dizer (com ironia, frize-se) é que era mais importante acabar com certos favorecimentos que começavam com indivíduos que estavam na Liga para favorecerem o seu clube. Mas infelizmente a inteligência, mesmo que pouca. não grassa por aí.! Oh “anonymus” vai aprender alguma coisa!

      Posted by gdgdg | 10 de May de 2013, 21:13
  5. Posted by Anonymous | 22 de May de 2013, 8:28
  6. Eu so me pergunto como é que nunca ninguem fala nos periodos em que o FêQuêPorco andava no suposto auge ” final da decada de 90 ” como é que todos os jogadores aguentavam 90m + 40m (prolongamento) + penaltis e quase nao se via fadiga… que estranho… recordo-me bem dessa epoca e sinceramente nunca vi um conjunto de jogadores aguentar tanto tempo a correr que nem cavalos, ou será que a palavra cavalo até está bem aplicada ?

    Posted by eduardo | 23 de March de 2014, 0:48
    • Faziam tudo isso exatamente por não andarem na droga, enquanto em outros clubes os atletas corriam 20 minutos e abafavam , andavam a dar nela á força toda , alguns até foram desmascarados.

      Posted by Andrade. | 31 de March de 2014, 2:22
  7. Veloso.Hernâni.Nuno Assis.António Tavares.Vanessa Fernandes.Victor Batista.Feher.Bruno Baião.Paulo Barata.José António Pecharromán.Francisco Jordão.A lista continua,é bem longa,mas,acho que nem vale a pena eu mencionar o motivo de aqui deixar estes nomes.Adivinhem!!!!

    Posted by Charles | 29 de March de 2014, 20:05

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: