//
you're reading...
Violência

Noé Monteiro (jornalista da RTP) agredido por elemento do “staff” do SL Benfica

O correspondente da RTP em Genebra, Noé Monteiro, foi agredido pelo porta-voz da Benfica SAD, Eládio Paramés, após o jogo realizado com o Lyon no âmbito do estágio da equipa a 22 de Julho de 2000. Esta agressão aconteceu no final da partida realizada na Suiça quando durante a conferência de imprensa do treinador do Benfica, Jupp Heynkes, Paramés impediu Noé Monteiro de fazer o seu trabalho, pondo-se à frente da câmara.

No final da conferência de imprensa o mesmo elemento do staff benfiquista pontapeou violentamente o jornalista da RTP que acabou por ser hospitalizado.

Acrescentar ainda que a direcção de informação da RTP acusou o Benfica de «limitar seriamente o livre exercício do direito à informação aos repórteres da RTP» e que «estes graves acontecimentos» se inserem num «conjunto de atitudes» que o Benfica tem tomado contra a estação.

«Nada justifica» que os jornalistas «sejam alvos de acções de violência», uma vez que «a liberdade de informação é um direito constitucional consagrado», disse ainda Judite de Sousa.

Jornalista da RTP agredido por porta-voz da SAD benfiquista (TSF)

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: